SSD

É fácil de entender: um SSD armazena dados como um HD (disco rígido), só que usa tecnologia de memória Flash. É como se fosse um cartão de memória, desses que estão no seu celular ou câmera fotográfica, mas projetado especificamente para substituir um disco rígido tradicional – e com muitas vantagens!

SSDs são completamente eletrônicos, sem partes mecânicas móveis como os HDs.

Mais rápido

SSDs não precisam de tempo de inicialização: ele estará imediatamente pronto para ler e gravar dados assim que for ligado. Já os HDs precisam aguardar segundos até que o disco atinja a rotação necessária para operação. Isto faz com que a inicialização do seu computador seja muito mais rápida.

Os dados em um SSD são acessados diretamente, com a mesma velocidade, em qualquer posição onde estejam armazenados. Não dependem do alinhamento das cabeças e dos discos como num HD tradicional.

Mais confiável, mais durável

Sem partes móveis, SSDs não são suscetíveis a choques, vibrações e efeitos de altitude. Também são imunes a campos magnéticos, pois as informações não estão gravadas magneticamente como nos discos rígidos.

Mais leve

Com componentes mais simples e leves, os SSDs são sempre mais leves que os HDs.

Mais econômico

Um SSD consome até 70% menos energia que um HD. Além da economia, proporciona maior autonomia das baterias de um notebook.

Desfragmentar, nunca mais

SSDs não precisam ser desfragmentados: uma vez que a informação pode ser lida diretamente de qualquer posição e com a mesma velocidade, não há benefício na leitura sequencial de dados, principal propósito da desfragmentação. Ao contrário, o processo de desfragmentação pode diminuir a vida útil do SSD. Se seu sistema operacional faz desfragmentação automaticamente (como o Windows Vista) é preciso desabilitar esta função.

Aparentes desvantagens

Os SSDs ainda têm custo por gigabyte mais alto que os HDs, mas considerando o ganho de desempenho, é muito mais barato que um computador novo. Além disso, considerando todas as vantagens, o Custo Total de Propriedade (TCO) é muito menor.

Os SSDs ainda têm capacidade menor que os HDs, mas neste caso você pode manter seu HD como disco secundário, para armazenamento de arquivos menos acessados, aproveitando todo o ótimo desempenho do SSD como disco primário para o sistema operacional, programas e dados de acesso frequente.

O que é necessário

Para ter um SSD no seu computador, basta que ele tenha a interface SATA I or II (SATA 1.5GB/s ou 3GB/s). Conexões e cabos são os mesmos do HD.

Para facilitar, os SSDs também estão disponíveis em kits de atualização, para transferência de dados e adaptação. Com eles, toda a operação fica muito mais fácil e rápida. Tipicamente, em cerca de uma hora.

Qualquer sistema operacional pode ser usado, mas os mais recentes como o Windows 7 já estão preparados para reconhecer e aproveitar as melhores características do SSD.

SSDNow da Kingston

A Kingston é o maior fabricante mundial independente de memória e possui uma linha completa de unidades SSD destinadas a diferentes aplicações.

série E série S100 série V+100 série V+100E série V+180 série V100
SSDNow Kingston série E SSDNow Kingston série S100 SSDNow Kingston série V+100 SSDNow Kingston série V+100E SSDNow Kingston série V+180 SSDNow Kingston série V100
Projetado para ambientes de servidor Ideal para integradores de sistema e aplicações que não sejam PCs Ideal para ambientes corporativos exigentes Criptografia completa para proteção de dados Com tamanho reduzido de 1.8" Projetado para consumidores e pequenas empresas

Confira o video comparativo!

A Só Memórias é Revenda Autorizada Kingston e está preparada para atendê-lo também com as melhores unidades SSDs!